14 outubro, 2016

No estar das estrelas

A gente tem fotos exclusivas do espaço mais cool da Casa Cor Rio, a sala do Studio Ro+Ca

_ca_5741-1

Os arquitetos Rodrigo Béze e Carlos Carvalho posam no espaço. A poltrona é a Vivi, superreedição de Sergio Rodrigues

O Rio de Janeiro já está em pleno vapor. Na verdade, em pura ebulição por conta do da Casa Cor Rio 2016, tomada de espaços inspiradores. E, por lá, UAA elegeu seu espaço preferido, o Ro+ca Estar que, como o nome aponta, é obra dos arquitetos Carlos Carvalho e Rodrigo Beze, o duo carioca por trás do Studio Ro+Ca.

_ca_2876-1

Note a estante Favo revestida de papel de parede Byfloor e, na parede, os clássicos pratos Fornasetti

E por que a gente se derreteu pelo espaço? Porque ele retrata uma casa que pode ser a sua, que encontra o passado na medida – vide os vasos e pratos do estúdio italiano Fornasetti – bem como conta com a exuberância de nomes da arte que a gente adora. E, sim, tem Vik Muniz para abrilhantar o pedaço.

_ca_5791-1

Lustre Sputnik, quadro Nazareno Rodrigues, cabeças de Florian Reiss, e uma parede em zigue zague de mármore, criação do duo

E o que mais? Tem uma estante revestida de papel de parede (anotou a boa ideia?), designers retumbante, tais quais Jader Almeida – que fez, diga-se, mobiliário exclusivo para o espaço.

_ca_5772-1

O ambiente ultrapop que encontra o passado

É tudo muito cool e, embora algumas peças sejam de medalhões do design nacional – sim, tem uma poltrona reeditada de Sergio Rodrigues – vale por ser o décor de ambiente como ele sempre deveria ser: aquele que você é capaz de exibir na sua casa com o orçamento que quiser.

_ca_2692-1

Livros, e mais livros. Why not?

Em tempos que o luxo é cada dia mais simples, os meninos do Studio Ro+Ca ensinam que, quase sem querer, bom mesmo é o poder da mistura. E este, aliás, é o talento que faz deles especiais na nova (boa) safra de arquitetos brasileiros.

_ca_5753-1

Como resistir ao Vik Muniz na parede?

Basta olhar as fotos que compõe esse post para que se note que a premissa foi bem cumprida: entre sofás de azul vivo e cobre, madeira de alguns tons – e esculturas de Florian Reiss porque ninguém é de ferro – até o dourado ganha vida. Então, outra lição: nada mais legal do que apartamento ou casa de outrora que é bem aproveitado, certo?

_ca_2671-1

O quadro, aqui, é do artista italiano Umberto Ciceri

Este espaço, aliás, é uma superação para os arquitetos, que caminhavam numa trilha ultrapop e agora enveredam por novos caminhos. Um caminho eloquente que é pôr no balaio ideias cheias de si.

_ca_5763-1

Visão geral do espaço, em cartaz na Casa Cor Rio, até 20 de novembro

Então, se você está no Rio de Janeiro, se joga na Casa Rio Cor 2016 que vai até o dia 20 de novembro.


Leia mais…

Os belos e feras por trás do Studio Ro+Ca. Vem Saber!

Todo o bolão de Diogo Oliveira, um dos novos talentos da arquitetura

André Bacalov direto para nosso perfil mais quente de décor