18 junho, 2017

Tem que se amar

6 tipos de auto-boicotes, no amor e na vida, que não podem falar por você

UAA separou seis tipos de situações que não podemos deixar que comandem a nossa vida. Veja se alguma delas está no seu cotidiano…

Deixar que o medo mantenha você sozinho

Você com certeza já se viu numa situação, cujo futuro de um relacionamento amoroso, ou apenas de amigos, estava na sua mão. Quando você viu uma pessoa interessante e não se permitiu dar um “olá”. Ou quando a vergonha falou mais alto que a sua atitude, e a oportunidade – que vem tão rápido quanto se despede – foi embora. O medo nunca deve falar mais alto que a nossa vontade de conhecer alguém. :)

Deixar que a beleza exterior fale mais alto que a interior

É fácil no universo do facebook o dos instabloggers achar que tudo que a gente precisa é de um tanquinho na barriga para se sentir feliz. As vezes estamos com o emprego dos nossos sonhos, um círculo de amigos incrível, quiçá um namorado que nos ama, mas nos olhamos no espelho e não estamos satisfeitos. Tudo bem almejar um corpo de musculatura inflada, desde que você entenda que isso não é sinônimo de felicidade.

Deixar uma boa amizade escapar porque o date não deu certo

Marcar dates é algo que qualquer pessoa solteira – e que está procurando por um namorado – faz. E, as vezes, esse encontro não acontece como você inicialmente gostaria e você se despede de uma pessoa que poderia dar certo com você – só que de outra maneira! Quantas vezes você não saiu de um date rindo, pensando que adorou aquele indivíduo, mas não leva a diante porque não o viu como um namorado? Boas amizades também estão em baixa no mercado – não podemos jogar essas oportunidades fora!

Deixar que a ambição desrespeite a sua jornada

A gente quer sempre mais (e mais, e mais). E não tem nada de errado nisso. Só que algumas vezes a gente vê as pessoas no nosso círculo conquistando coisas e fica lamentando que aquilo não esteja acontecendo com a gente. Seja progressos na academia, um posto de trabalho, um namorado, não importa o que for. Cada um tem sua história. A gente não sabe o quanto a outra pessoa batalhou para chegar onde chegou, assim como não podemos querer controlar como as coisas acontecem para cada um – e é isso que deixa a vida interessante. Batalhe pelos seus goals e eles chegarão na hora que tiverem que chegar. Aliás, as vezes a trajetória para chegar onde queremos é muito mais gostosa que chegar lá, não é mesmo?

Deixar de aproveitar a sua própria companhia

Quantas vezes você deixou de fazer algo que gostaria muito por “falta de companhia”? Não está escrito na entrada do cinema, do teatro, da balada (etc) que só entra quem está acompanhado. Sair sozinho pode, sim, ser tão proveitoso quanto ao lado de um amigo. Afinal, nós sempre temos a nós mesmos! ;)

Deixar que o seu auto-boicote te boicote só vai te trazer arrependimentos

Todos os casos acima são exemplos claros de como a gente pode se auto-sabotar com facilidade. E, depois, de como vamos nos sentir arrependidos pelas coisas que queríamos ter feito, mas não fizemos. Então lembre-se: nunca é tarde demais. Não seja aquilo que você não gostaria de ser. Simples assim.


Leia mais…

Uma boa vida não está livre dos fracassos. Afinal, qual é o segredo da felicidade?

Por que o gay está cada vez mais solitário e triste?

O Reino dos Tolos: Quando uma pessoa que se acha se aproxima

Instadiva: Quando a internet cria idiotas que só querem afagar o ego

Ghosting – quando o outro desaparece sem deixar rastros de uma relação