2 junho, 2017

Evite a queda em cinco etapas

O outono é sim um agravante da queda dos cabelos, saiba como se prevenir e deixar seus fios onde deveriam: na sua cabeça

Ah, a queda do outono… A tão temida e previsível perda dos fios de época. A estação que deveria ser a dos belos pores do sol e de temperaturas amenas, mas, que para alguns, torna-se um período de verdadeiro terror capilar!

Rarefação, falta de volume, cabelo meio sem jeito e, principalmente, incontáveis fios colados na fronha ou, literalmente, esvaindo-se pelo ralo. Pois é, a “estação das folhas secas” tem dessas coisas e, pasme, se a queda num dia normal pode variar entre 100 a 150 fios, durante o outono esse número pode chegar a 600!

O cabelo tem um ciclo de vida natural, que dura, em média, dois a sete anos. Porém, o que acontece no outono é que, ao invés dos fios caírem aos poucos, ao longo dos meses, vão-se quase todos de uma vez. Por isso, o susto costuma ser grande!

O motivo? A falta de luminosidade e a queda da temperatura. A baixa incidência do sol enfraquece a produção de melanina, que por sua vez, retira a força da raiz dos fios, causando o aumento da fragilidade e da queda excessiva.

Mas, nem tudo está perdido. Veja quais são as cinco dicas infalíveis para minimizar o problema:

Aproveite o sol, sempre!

Uma das melhores dicas para fortalecer os fios no outono é a exposição solar. Para evitar o ressecamento e proteger a fibra, aplique um produto com filtro UV, como um sérum ou reparador de pontas e aproveite cada raio de sol.

Abafar, jamais!

Chapéus e bonés são incrivelmente estilosos e podem compor um look como nenhum outro acessório. Porém, abafar o couro cabeludo determina, quase que imediatamente, a queda capilar. Evite usá-los por muito tempo ou em dias quentes.

Invista!

Não é besteira quando o seu cabeleireiro indica um produto específico para o seu tipo de cabelo. Pelo contrário. É extremamente importante repor no fio, os nutrientes que ele necessita. Por isso, a dica é investir em linhas próprias para o seu tipo de cabelo. Isso ajuda a mantê-lo saudável em qualquer época do ano!

Cuidado com o calor!

Seja a água chuveiro ou o vento do secador, todo cuidado é pouco com as altas temperaturas. Elas tendem a deixar o couro cabeludo mais oleoso, o que promove o enfraquecimento da fibra e por sua vez, estimulam a queda. É fundamental usar protetores térmicos e dosar a quantidade do creme leave in, que deve ser aplicado apenas entre comprimento e pontas.

Mantenha-se alerta!

Caso você note uma queda excessiva, acima dos 600 fios diários, e em casos extremos, até consiga ver o couro cabeludo ao se olhar no espelho, é importante repor matéria nos fios e tratar o couro cabeludo. Procure um profissional e ele saberá indicar o melhor tratamento. Existem hoje no mercado, produtos específicos para queda e rarefação, que funcionam de verdade e seus efeitos podem ser comprovados, em até quatro semanas. Vale à pena conferir!


Mais de Eron Araújo!

Quatro cortes de cabelo que nunca saem de cena

Seis dicar para manter a saúde dos fios no verão

Os cortes de cabelo de 2017 para você ficar em dia com as tendências

Volume nos cabelos? É o penteado oitentinha da vez!

 


Vai lá…

Eron Araujo Creative Salon

Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1670, Tel. 11 2592 5414