12 janeiro, 2017

A diretora

Madonna ataca de diretora novamente. E dessa vez tem luta pelos direitos gays. You go, girl!

A Madonna está na lista de artistas que não poupam esforços para fortalecer a comunidade gay mundial. A boa-nova é que ela vai ajudar a escrever e dirigir um filme que tem tudo a ver com a gente. Baseado no livro As Vidas Impossíveis de Greta Wells, de Andrew Sean Greer, o filme Loved terá um personagem gay, Felix, que ela espera que vença a luta pelos direitos LGBT. “Por que este livro me chamou atenção? Por que eu quis adaptá-lo para o cinema? Porque ele me toca em tantos níveis e lida com tantos tópicos importantes”, disse à revista Harper’s Bazaar americana.

Como arte – inclusive a sétima arte – é feita para transformar aquilo que acreditamos em algo que toque outras pessoas também, a diva encontrou neste roteiro uma forma de escoo. “Há diversos tópicos realmente importantes que sempre investi ou defendi – a luta pelos direitos das mulheres, direitos dos homossexuais, direitos civis, a luta pelos menosprezados da sociedade.”

A gente sabe que Mad nunca se deu bem dirigindo seus filmes, mas né? Como não torcer para ela? You go, girl!


Leia mais…

O novo show da Madonna vai custar um carro zero

Madonna passou o dia de Ação de Graças fazendo o bem

O aniversario de Madonna e seus momentos mais gays

As seis celebridades mara que lutam pelos gays