16 agosto, 2016

Musa de todas as cores!

Completando 58 anos essa semana, Madonna é um dos ícones mais importantes do mundo pop e foi uma é porta voz dos gays. Aqui, alguns dos momentos mais gays da cantora para comemorar essa data!

LONDON, ENGLAND - JULY 17: Madonna performs live during the MDNA tour at Hyde Park on July 17, 2012 in London, England. (Photo by Ian Gavan/Getty Images)

Nem parece, mas ela faz 58 anos nesta terça-feira. Madonna Louise Ciccone nasceu no dia 16 de agosto de 1958 no Michigan, interior dos Estados Unidos, e logo conquistou o mundo. Apareceu em 1981 e, em 1984, Like a Virgin começou uma carreira de recordes. Enterrando todas as concorrentes, inovou, ousou e, mais do que isso, tornou-se voz das minorias, principalmente dos gays.

Para comemorar, eis uma lista com os 13 momentos mais gays da carreira da cantora. De política a direitos, de amizade à militância, de polêmicas ou momentos inesquecíveis. Vê só!

Quando ela foi uma das primeiras grandes artista a falar sobre a AIDS

121475-madonna-and-martin-burgoyne

Nos anos 1980, momento em que estourou a crise da AIDS, a diva se sensibilizou quando seu amigo gay Martin Burgoyne contraiu o vírus e desenvolveu a doença. Ela lhe deu suporte emocional e financeiro até sua morte, em 1986, e passou a falar cada vez mais sobre o assunto, sendo a primeira a defender os gays da estigmatização pesada que rolava naquela época. Muito amor!

Ela dedicou o início de sua carreira ao professor de ballet

screen-capture-2

A primeira pessoa que a fez sentir “bem e especial” com ela mesma foi Christopher Flynn, professor de ballet de Madonna. Ele a encorajou a perseguir seus sonhos e se mudar para Nova York, como ela confessou ela em uma entrevista. E também a levou para a primeira balada gay e a fez apaixonar ainda mais por artes e cultura. Basicamente, Madonna e o mundo gay não existiria sem ele!

E falou da sua Identificação com os gays

Quando mais jovem, Madonna não se encaixava e não se sentia parte de lugar algum. Se sentindo um “E.T.”, como ela mesma fala, foi com os gays que ela recebeu acolhimento e descobriu aonde pertencia.

Ela doou todos os lucros de um show no Madison Square Garden para a amfAR

ER1030_MADONNA

Ela doou todos os lucros do show de sua turnê Who’s That Girl no Madison Square Garden para a amfAR, a Fundação Americana para Pesquisas da AIDS. Ainda distribuiu uma cartilha, em forma de quadrinhos, para alertar sobre prevenção do HIV. Tudo em homenagem ao melhor amigo morto pela doença, Martin Burgoyne.

Quando ela lançou Justify My Love e rebateu as críticas

Vista sempre como uma figura polêmica e apelativa, Madonna não fugiu das críticas ao lançar o clipe de Justify My Love, que tinha direito até a uma orgia bissexual. “Por que estamos dispostos a lidar com violência e sexismo e não estamos dispostos a lidar com sexualidade? Se vamos ter censura, não vamos ser hipócritas sobre isso. Por que é ok para as crianças de 10 anos verem o corpo de alguém sendo rasgado em pedaços? Por que os pais não têm um problema com isso?”. Dá pra não amar?

6a00d8341c730253ef01bb07fe3421970d-800wi

E ainda também o documentário Truth Or Dare…

nov11TruthorDare1

O documentário Truth Or Dare, no Brasil chamado de “Na Cama com Madonna”, mostrava um pouco da rotina da The Blond Ambition Tour, incluindo seus dançarinos gays, e também sobre a crise da Aids. Para aquela época, imagina só a polêmica que rendeu?

Quando ela quebrou padrões de gênero e sexuais

980_large_1

No livro Sex, de 1992, Madonna fez uma grande celebração da liberdade sexual ao posar nua com personalidades da época, como Isabella RossellineTatiana von Furstenberg e até mesmo Naomi Campbell, com quem, rumores dizem, a cantora chegou a ter um caso. Será?

E também militou a favor da adoção gay

Ainda era 1998 e muitos nem pensavam que os gays tinham direito de sequer existir, mas Madonna se fazia como uma grande porta-voz. Em uma entrevista na TV sueca, a diva defendia o direito da adoção de crianças por casais gays. Vai, ela é o máximo!

Lembra do beijo lésbico no VMA 2003?

NEW YORK - AUGUST 28: (U.S. TABLOIDS OUT) Singers Britney Spears(L), Madonna, and Christina Aguilera perform onstage during the 2003 MTV Video Music Awards at Radio City Music Hall on August 28, 2003 in New York City. (Photo by Frank Micelotta/Getty Images)

Em um dos momentos mais icônicos, históricos e eternizados da cultura pop, Madonna beijou na boca Britney Spears e Christina Aguilera, dois destaques do pop teen da época, no palco do VMA 2003 enquanto performava Hollywood, do disco American Life – que rendeu muitas polêmicas…

Mais recente: o clipe de Girl Gone Wild

madonnagirlgonewild

Já era 2012 e o mundo era outro, mas Madonna causou polêmica ao lançar o clipe de Girl Gone Wild mostrando homens descamisados celebrando o afeto gay. Lembra?

Ela ajudou Ellen DeGeneres a sair do armário

Na época em que a sexualidade de Ellen DeGeneres era questionada pela mídia, a apresentadora tinha medo de ninguém mais amá-la e de ser rejeitada por todos. Mas Madonna foi uma das pessoas que ligaram para a apresentadora para oferecer suporte e dizer que estava ali para o que fosse. Teve direito até a uma cartinha emocional e fofa enviada pela rainha do pop. Daí Ellen revelou pro mundo: “Yes, I’m gay”.

Quando ela quase foi presa por apoiar os gays da Rússia

LONDON, ENGLAND - JULY 17: Madonna performs live during the MDNA tour at Hyde Park on July 17, 2012 in London, England. (Photo by Ian Gavan/Getty Images)

Ela causou polêmica em 2012, em um show da Rússia no qual conclamou os presentes a “mostrarem amor e apreciação pela comunidade gay”, violando a lei anti-propaganda gay do país. A multa foi de 17 mil dólares e a cantora foi investigada pelo caso.

Sim, ela abençoou e sacramentou 34 casamentos no palco do Grammy 2014

onstage during the 56th GRAMMY Awards at Staples Center on January 26, 2014 in Los Angeles, California.

Mais um momento emocionante protagonizado pela cantora dos gays: ao lado de Macklemore & Ryan Lewis, Mary Lambert e Queen Latifah, Madonna entoou um medley hit Open Your Heart com o single Same Love, dos rappers, abençoando os 34 casamentos – gays e heterossexuais – ali mesmo, no palco da cerimônia do Grammy 2014. Foi lindo!


Leia mais…

De Madonna a Mariah: os altos e baixos das divas pop