14 abril, 2015

Os gays do Chile estão com tudo: união civil é reconhecida

Lei assinada por Michele Bachelet representa um grande passo para o Chile, país tão conservador que, até 1999, considerava criminosas as relações entre dois meninos

chilegay

É hora de comemorar! A presidente do Chile, Michele Bachelet, sancionou a lei que reconhece a união civil entre casais do mesmo sexo. A mudança na legislação entrará em vigor daqui a seis meses.

“Hoje é um dia em que avançamos como sociedade, estamos dando um passo fundamental neste caminho de direitos, de justiça e de respeito à liberdade individual”, afirmou a presidente durante o ato de promulgação, no Palácio de la Moneda.

A nova regulamentação cria um novo estado civil – o de coabitantes — e beneficiará cerca de dois milhões de casais com ou sem filhos que vivem juntos sem estarem casados, e que até agora não tinham como regularizar seu regime de bens, de saúde, previdenciário e hereditário. Ufa!