5 setembro, 2017

Only one of these works

Tem uma campanha homofóbica, contra o casamento gay, rolando na Austrália. Eca!

No próximo mês, os australianos serão convidados a votar (?) se o casamento gay deve ou não ser legalizado no país. O plebicito foi erguido pelo Primeiro Ministro Malcolm Turnbull. Vale lembrar que para garantir um sufrágio numa país é necessário o investimento de milhões de dólares – algo que eles poderiam destinar a saúde, educação, instituições de caridade etc.

Uma das manifestações a favor do casamento gay, em Sidney

Como qualquer votação, há quem concorde e quem repudie a causa. Aqueles que não são a favor do amor, chegaram a investir em campanhas para garantir que não seja aprovada a lei. Dá uma olhada no folheto que os cidadãos australianos receberam em via correio para convencê-los a votar não:

“Votar ‘não’ é dizer sim ao casamento CERTO”

Na imagem, dá para ver um cinto de avião com fivela e fecho, representando um casal heterossexual, e um com duas fivelas e outro com dois fechos, representando os casais gays. Assustador, né?

Estamos torcendo para que a lei seja aprovada e que a comunidade LGBT possa expressar o amor da forma que lhes convém. Dedos cruzados!


Leia mais…

Casamento e adoção gay para casais no Chile? Entenda aqui!

Pastor diz que casais gays deveriam levar tiros

“A comunidade LGBT ainda é tolerada e, não, aceita”, diz Elton John

Levantamento mostra que a homossexualidade ainda é ilegal em 72 países. Alerta!

Acabou o conto de fadas: Disney corta beijo gay de “Descendentes 2”